Certa vez pensei em fugir para longe. Emergir de meu estado psíquico comum.  Nunca gostei de atuações apagadas. Sempre vivi em busca de sentimentos verdadeiros. Odeio casar com a ilusão. Talvez um dia encontrarei o raro. Aquilo que poderíamos encontrar na esquina, na banquinha de cachorro quente. Entre livros e travesseiros sigo minha rotina. A […]

 
Ler mais →

O cheiro de suor mata as flores eu sento num banco, branco de merda seca abro uma cerveja, e tento tirar alguma poesia daquelas, mil vidas, que tentam enganar a morte, correm, correm todos os dias, e não comem carboidrato   Os cachorros sempre foram puramente estúpidos tropeçam no vazio, atrás de esferas de borracha […]

 
Ler mais →

Vocês estão fazendo tudo errado… Portinari, não pintava com o pincel enfiado no rabo… Marina Abramovic, não ficou 700 horas sentada numa cadeira pra ser comparada ao filho da puta que, fica pelado na frente de criança Michelangelo não esculpiu a Pietà, pra você encher um espaço vazio de entulhos e chamar de escultura Shakespeare […]

 
Ler mais →