CAPITULO TRÊS O barraco era uma casa abandonada, que os quatro tinham tornado seu clube particular, onde levavam pó, prostitutas baratas e bebida frequentemente. Quando encontravam algum mendigo dormindo naquilo que consideravam seu território, era uma alegria a parte surrar o sujeito e jogá-lo para a rua, especialmente nos dias de chuva, quando este acontecimento […]

 
Ler mais →

Peguei o copo de uísque, tomei um gole. Era um uísque ruim, mais parecia mijo de gato. O bar estava quase vazio, me encontrava sentado próximo ao balcão. Sabia que viriam atrás. Eles sempre vem. Já estava acostumado, quantos já vieram e tombaram. Gostava muito disso quando era mais novo. Agora só cumpro tabela. É […]

 
Ler mais →

Clarice tem 50 anos, e tem tanto poder aquisitivo quando seu marido, Clarice valoriza a família, em 18 anos de casamento se esforçou para manter se ao lado de mr Gekos, tolerou muitas traições e muitas agressões ao longo dos anos, talvez por causa de seus filhos, talvez por outro motivo, eu não sei. Mr […]

 
Ler mais →
Cotidiano...(2)

‘’SEU FILHO DA PUTA DE MERDA’’ ‘’Sim’’ ‘’VOCÊ NÃO MERECE MULHER NENHUMA SEU PORCO ASQUEROSO’’ ‘’Concordo’’ ‘’VÁ SE FODER SEU PUTO DE MERDA’’ ‘’Vou’’ Ela bateu a porta e foi embora, merda, era uma boa mulher, não era muito bonita e nem muito inteligente, mas bebia quase tanto quanto eu, uma boa companhia, uma buceta, […]

 
Ler mais →