Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…/o-demonio-do-sobrado-5 CAPITULO VI O pobre moço não soube o quanto tempo ficou, mas, quando parecia que a morte estava perto, e a dor diminuia devagarito, ele viu surgir, no meio do capão, um homenzinho. Um homenzinho pequeno, mas de rosto muito bonito, pele morena como a de um mouro, e cabelos […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…/o-demonio-do-sobrado-3 CAPITULO IV E, passados alguns dias, o rapaz desonrado já tinha um plano para ter pela força aquilo que com a lábia não tinha conquistado. Perguntou aqui e ali sobre um tropeiro de nome Francisco, que estivesse para regressar das bandas que o pai de Eulália lhe dissera, e descobriu […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…/o-demonio-do-sobrado-2 CAPITULO III “O último homem casado dos Moreira Neves, que se chamava Augusto, e que tinha conseguido aumentar as terras da família três vezes, e uma cinco vezes o gado, só tinha tido um filho: que também se chamava Augusto, mas que todos conheciam como Augustinho, porque era menos que […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…/o-demonio-do-sobrado CAPITULO II O fato é que, no meio daquela chuvarada, um relâmpago riscou os céus atrás da casa e eu tive a impressão de ver, sobre o telhado desta, a figura de um homem equilibrado, meio agachado, como se me observasse lá de cima, tal qual um abutre. Também acompanhou […]

 
Ler mais →