Peguei o copo de uísque, tomei um gole. Era um uísque ruim, mais parecia mijo de gato. O bar estava quase vazio, me encontrava sentado próximo ao balcão. Sabia que viriam atrás. Eles sempre vem. Já estava acostumado, quantos já vieram e tombaram. Gostava muito disso quando era mais novo. Agora só cumpro tabela. É […]

 
Ler mais →