No fim da rua há um bar… frequentado pelas almas miseráveis desse bairro pobre… Os donos desse bar, não falam nossa língua mesmo se falassem, não nos responderiam, apenas nos servem, uísque, gin, vodca, cerveja e vinho… Nos servem até desmaiarmos, Depois roubam nossas carteiras e nos arrastam para os fundos, Nos jogam no beco, […]

 
Ler mais →