As ruivas naturais
Pouco normais

Sobrenaturais…

As poucas ruivas

Anormais
Raras

As ruivas
demais…

Não sou digno de descrevê-las
Muito menos de tê-las
Mas as que tive,
Pouco tive de ter

Pois o amar,
da cor do cabelo
a cada palmo do corpo

É o pior dos amores,
Pois durou pouco

Como teve de ser
Nada pude eu, poder fazer

Além do cruel e pouco
que me deixou louco

ter de entender…

Poema de: Vinícius Prestes – facebook.com/profile.php

CURTA NOSSA PÁGINA 🙂  –  facebook.com/pulpstoriesbr