O amor foi aquilo que me matou por dentro,
O uísque foi apenas um tratamento,
Os cigarros foram pra matar o tempo

Os poemas foram à fuga da morte
E as mulheres…
As mulheres, eu amei…

Ainda amo…
Bebo
Fumo
Vivo
Ainda escrevo…

Sou movido a isso
Minha natureza é suar na cama
Beber nos bares,
Fumar na rua
Sou movido a vida, não há como negar…

Poema de: Vinícius Prestes – facebook.com/profile.php

CURTA NOSSA PÁGINA 🙂  – facebook.com/pulpstoriesbr