Acordo no meio da noite

Todos os dias

Com o olhar vagueando pelo teto

Ouvindo o tenebroso silêncio

Que a madrugada fornece

Ruídos são engolidos

O som não tem espaço aqui

Apenas a escuridão

De uma alma solitária

Clamando por atenção.