Clarice tem 50 anos, e tem tanto poder aquisitivo quando seu marido, Clarice valoriza a família, em 18 anos de casamento se esforçou para manter se ao lado de mr Gekos, tolerou muitas traições e muitas agressões ao longo dos anos, talvez por causa de seus filhos, talvez por outro motivo, eu não sei.

Mr Gekos, empresário bem sucedido, milionário, 54 anos, pesa 99 quilos e tem um 1,70 de altura, usa ternos italianos, seu cabelo é branco e ralo, suas sobrancelhas são grossas e cinzentas, possui uma barriga saliente que não há como disfarçar, seus olhos são castanhos e sem vida, seu rosto, possuí profundas olheiras, rugas, cicatrizes e algumas pequenas verrugas.

Mr Gekos torce para os 49ers, não pratica esportes, mas toda manhã antes do café caminha por 30 minutos na esteira, mr Gekos não toma café sem leite, não sai sem dois seguranças, e não volta para casa antes das 11 horas da noite.

Mr Gekos traí sua mulher Clarice, no mínimo 3 vezes por semana.

Mr Gekos, tipo sanguíneo O+, alérgico a camarão, prefere bunda do que peitos, gosta de garotas de 16 até 24 anos, consegue se manter ativo em uma relação sexual por no máximo 8 minutos, seu estilo musical favorito é o jazz.

Seus dois seguranças: Bradley O’Neill: branco, 1,94, 87 quilos, 44 anos, ­ex militar, careca, tatuagens nos braços, faixa preta de jiu-jitsu, matou 4 no Iraque.

James­-O: negro, 1:82, 130 quilos, 30 anos, ex membro de uma gangue, usa boné de aba reta e correntes de ouro, tem barba de mendigo, treinou boxe por 3 anos em uma academia no subúrbio da cidade.

Agora, mr Gekos acaba de sair da limusine, à passos curtos e lentos, escoltado pelos seus seguranças, caminha para o seu destino, mr Gekos olha para trás para olhar a bunda de uma mulher de longos cabelos loiros que acaba de passar por ele, continuou caminhando a passos lentos para o seu destino…

Ajustei a mira, puxei o ar, prendi nos pulmões e soltei, a tranquilidade logo tomou conta de mim, esvaziei a mente, a frequência dos meus batimentos cardíacos diminuiu, mirei no meio do peito de mr Gekos e puxei o gatilho.

Aproximadamente 300 metros de distância, talvez um pouco mais, vi o corpo de Mr Gekos cair na calçada, vi o sangue escorrer, vi sua alma sair de seu corpo e ir para o inferno.

Agora Clarice deve estar sentada em algum cômodo de sua casa, bebendo chá e lendo algum romance — eu pensei, sem motivo algum.

Acendi um cigarro, e saí dali.