Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/contos/fogo-azul-2  CAPITULO III – FINAL Na manhã seguinte, quando o atual dono da fazenda levantou, antes dos hóspedes e dos poucos empregados que tinha, encontrou um estranho na mesa da cozinha. Um homem negro alto, forte e sorridente, mastigando um pedaço de pão com uma xícara de café fumegante ao lado. […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/contos/fogo-azul  CAPITULO II A luz brilhava forte. E de azul se transfigurava em dourada, dominando a visão de Jaime. Então ele abriu os olhos. E ela era azulada novamente. Com uma sensação de irrealidade, ele a via filtrada pelas venezianas, lançando padrões geométricos na parede oposta da janela em seu quarto. […]

 
Ler mais →