Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…/dancando-nas-trevas-do-fim-ao-comeco-3 IV Toda história começa em algum lugar. A minha começa, se eu tiver que colocar um sinal, na saída de uma escola. Eu ainda estava de folga. Tinha mais uns dias antes de voltar as aulas. Andara doente. Longo tempo em hospitais e exames dolorosos. Tratamentos caros. Recuperava a saúde. […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…/dancando-nas-trevas-do-fim-ao-comeco-2   III Os cabelos dele estavam curtos e acinzentados quando ele saiu. E a inatividade e as  drogas  o fizeram ganhar peso. Palidez e olheiras fundas. Seus pais o aguardavam de carro. Voltaram para o apartamento.   – Meus pôsteres! – disse ele. Não tinha mais raiva pra sentir. Só […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…/dancando-nas-trevas-do-fim-ao-comeco II – Você tem que entender que isso são delírios.   – Mas por que?   – Porque você não é um detetive.   – Eu descubro coisas. Eu descobri que a professora estava passando as respostas para…   – Isso não faz diferença, Julio. Você não tem autoridade para […]

 
Ler mais →

I   Júlio olhou para o homem sentado na sua cadeira de detetive. Tinha uma lembrança dele mais jovem. Mas também não sabia quanto tempo fazia. Ele viera a caráter. Negro e vermelho. E tinha uma aparência gasta. Cansada.   – Câncer –  disse o recém-chegado – eu sempre pensei que fosse ser alguma coisa […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…s/planeta-primitivo-2 III – Fim E então Andro compreendeu, sem que lhe explicassem, porque não havia mulheres nem entre os funcionários e nem entre os soldados. Se os gronkas eram de fato tão super protetores com suas fêmeas, havia a chance de confundirem uma humana com uma delas. As implicações eram perigosas. […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…tos/planeta-primitivo II A estação de mineração era mais animada que a base. Havia ainda menos gente lá, não mais que vinte funcionários, divididos entre burocratas e supervisores, mas pelo menos havia movimento ao redor do prédio quadrangular. Um enorme descampado no meio da selva repleto de buracos semelhantes a gigantescas tocas […]

 
Ler mais →