Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…se/bordel-do-horror-6 VII – FIM Parecia uma sala de cirurgia. E, de fato, era tão limpa e bem equipada que poderia pertencer a um bom hospital. Um homem de meia idade e barba por fazer, segurando um bisturi, acuado num canto, trêmulo, a esperava. Mas não ousou avançar para ela. Sílvia estava […]

 
Ler mais →

Link do capítulo anterior – pulpstories.com.br/…se/bordel-do-horror-5 VI No alto de uma fábrica comum, ao lado dos cadáveres de um vigia e da garota que ele convencera a se encontrar com ele naquela madrugada, Julio estava posicionado. À sua frente, rifle sniper com silenciador, mira telescópica e visão noturna. No chão, a mochila de Aline com o […]

 
Ler mais →