CAPITULO TRÊS O barraco era uma casa abandonada, que os quatro tinham tornado seu clube particular, onde levavam pó, prostitutas baratas e bebida frequentemente. Quando encontravam algum mendigo dormindo naquilo que consideravam seu território, era uma alegria a parte surrar o sujeito e jogá-lo para a rua, especialmente nos dias de chuva, quando este acontecimento […]

 
Ler mais →

CAPITULO UM             O que você considera diversão? Para Lelé, Pedrão, Mongo e Jorge, os quatro sentados na beira da calçada, com o carro de Jorge estacionado há dois metros de distância numa vaga para deficientes, diversão era quebrar regras e agredir. Nenhum dos quatro podia dizer com certeza, e provavelmente a resposta a esta […]

 
Ler mais →